Analândia substituirá toda rede de água de amianto

A população de Analândia ganhará mais qualidade na água que chega às residências. A Prefeitura vai investir R$ 2,1 milhões, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) para obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário, em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).O convênio foi assinado nesta terça-feira, 6 de maio, entre o prefeito Rogério Ulson e a presidente Dilma Rousseff, em Brasília.

Ao todo, Analândia prevê investir R$ 4,1 milhões em saneamento básico até 2016. Além da troca de tubulação de água, a cidade investirá R$ 1,6 milhão na nova estação de tratamento de esgoto, R$ 250 mil para construção de um centro de triagem de resíduos sólidos e reciclagem e R$ 194 mil caminhão coletor e compactador de lixo. Os recursos são de convênio com o Governo do Estado de São Paulo e com o Governo Federal.

A rede de abastecimento de água de Analândia tem 89 anos e a tubulação é de cimento com amianto. “Vamos trocar 11 quilômetros de rede na região central. Tira a tubulação com amianto e coloca tubos de PVC. Um importante investimento em saúde pública, saneamento básico e meio ambiente. Melhora a qualidade da água fornecida e evita desperdícios”, explicou o prefeito.

Além das obras na rede de água. A Prefeitura vai instalar troncos coletores de esgoto. “Resolvendo o problema de algumas residências que ainda não possuem coleta e destinação adequada”, afirmou o secretário de Obras, Mário Garrido.

Para a presidente do Brasil, este é um setor prioritário. “Investir em serviços, notadamente em saneamento, é algo fundamental para o país. Porque temos uma grande carência na área de esgotamento sanitário. Saneamento no Brasil é prioridade e temos compromisso, junto com estados e municípios, a dar celeridade a essas obras”, disse.

Prefeitura da Estância Climática de Analândia | Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados | desenvolvido por